O planejamento financeiro é de longe o melhor caminho para garantir que a sua obra não vai ficar no vermelho. Sabendo tudo o que você vai gastar e fiscalizando essas despesas, fica muito mais fácil ter a casa dos sonhos sem gastar mais do que você pode.

Não é que as pessoas não fazem um bom planejamento financeiro nas obras. O trabalho normalmente é feito, tudo é orçado mas o resultado final da construção passa longe do esperado.

E isso sem contar o desperdício, que muitas vezes também é resultado de um planejamento além do necessário.

O que acontece é que na maioria das vezes o planejamento financeiro não é feito de uma forma que previne erros e que preza pela exatidão. Você acha que sua obra está sofrendo desse mal? Então continue a leitura deste artigo para saber mais!

Você está fazendo um bom planejamento financeiro?

É interessante ficar atento aos sinais que vão indicar se o seu planejamento financeiro funciona ou não. Se pergunte questões como:

  • Quantos orçamentos eu fiz? – Se for apenas um, algo não está certo;

  • É possível extrair uma média de gastos? – Se não, algo deu errado;

  • Você tem um limite de variação? – Se algo quebrar, seu orçamento não pode se comprometer;

  • Você tem quantidades exatas? – Para um orçamento realmente dar certo, é melhor colocar “5 sacos de cimento Portland – R$ 150,00” do que “Cimento – R$ 150,00”;

  • Você colocou tudo em uma planilha? – Se você quer controlar melhor seu planejamento financeiro, o melhor é sair do papel e caneta e investir na criação de uma planilha. Assim, você consegue editá-la durante a obra e controlar melhor os gastos;

E mais algumas outras questões relacionadas com a realidade da sua obra. Não sabe como fazer essas etapas? Então pode ficar tranquilo que nós vamos te explicar nos próximos tópicos.

Orçamentos, médias e variações

Um orçamento é a parte mais exata do seu planejamento financeiro. Ele vai te mostrar o quanto exatamente você vai gastar comprando os determinados materiais ou contratando aquele serviço em específico.

Planejamento financeiro: faça seu orçamento de tijolos cerâmicos com a gente! | Cerâmica Lorenzetti

Já as médias estão relacionadas com o estudo feito dos gastos levando em consideração os custos da obra, despesas adicionais, o serviço e as variações, que nada mais são do que compras extras no caso de algum problema na obra.

Ter vários orçamentos é importante para entender os preços de determinados produtos e decidir pela melhor loja ao comprar. A média dos gastos está relacionada com outra questão: com a possibilidade de controlar os gastos na hora que a obra começa e se desenvolve.

Some todos os seus gastos, veja o que pode passar – ao comprar o milheiro de tijolos, coloque na conta alguns a mais para o caso de quebras, por exemplo – e estipule sua média de gastos! Depois é só ir vendo o que está sendo gasto e acompanhar de perto a construção.

Como entender a média de gastos?

Vamos supor que você irá gastar R$ 5,000 nos seus materiais. Mais R$ 5,000 com os seus serviços contratados. Também precisa gastar com aluguel de casa ou apartamento se for fazer uma reforma em casa.

Tudo isso vai compor sua média de gastos final, que será o seu norte durante a execução da obra. Falando assim pode até parecer fácil, mas esse é só um dos passos finais do planejamento financeiro.

Para entender o quanto você irá gastar em materiais, é necessário um trabalho de orçamento em várias lojas diferentes. Você também irá comprar em lojas distintas. O mesmo para os pedreiros, eletricistas e encanadores. Praticamente tudo o que você comprar vai precisar de pelo menos três orçamentos.

O trabalho ao estipular a média, na verdade, é só de somar o que vai sendo gasto. Organizar-se para fazer essa somatória é que exige disciplina e cuidado.

Trabalhar sozinho não é a melhor ideia

Você não precisa fazer o planejamento financeiro todo sozinho. Na verdade, não tem necessidade nenhuma de ser assim, e você acaba gastando mais e mais tempo se faz as pesquisas sem ninguém te ajudando.

Os seus profissionais de construção podem ser os seus maiores aliados. É muito comum que os pedreiros participem do planejamento financeiro sugerindo o quanto será gasto. Na maioria das vezes, o morador não faz a menor ideia de quantos tijolos cerâmicos são necessários para reformar uma casa, e a ajuda dos pedreiros é imprescindível.

Peça ajuda na hora de fazer seus orçamentos! Leve-os até as lojas e deixe quem entende resolver. Mas não se esqueça: a palavra final sempre deve ser sua, então você precisa conhecer pelo menos o básico.

Seguindo essas dicas, seu planejamento financeiro já é o ideal para construir ou reformar sem medo de ter problemas no meio da obra.

Está preocupado porque não conhece bem o mundo da construção civil e precisa reformar? Não precisa se preocupar! É só conhecer o blog da Cerâmica Lorenzetti pra saber tudo o que você precisa do mundo das obras!

10 benefícios em comprar com a Cerâmica Lorenzetti