Você deve saber que o planejamento da obra é muito importante, certo? Mas, você tem ideia do impacto que essa atividade pode ter no desempenho da sua empresa? O primeiro passo para evitar qualquer surpresa desagradável é providenciar a organização dos seus processos internos.

Com seus processos organizados e controlados, é possível ter maior clareza ao prever os riscos, inconformidades e quaisquer outros impactos positivos ou negativos que possam acontecer durante o andamento da obra.

Essa organização também permite acompanhar o desenvolvimento do projeto, e prever as ações que podem ser realizadas para garantir melhor preço, prazo e qualidade na estruturação da obra. Com todo esse controle fica mais fácil monitorar suas atividades, e caso seja necessário mudar a estratégia adotada pela empresa.

Um planejamento da obra bem estruturado evita surpresas, além de garantir que o empreendimento tenha sucesso e, consequentemente, obtenha mais lucro.

Essa não é uma tarefa muito simples de ser executada, mas nós listamos alguns passos que podem te ajudar. Acompanhe:

Guia para Começar do Zero: Planejamento de Obras

Faça o planejamento da obra

Esse é o primeiro passo e também o mais importante. É nele que você vai determinar o que deve ser executado e quais são as etapas de cada um dos serviços.

Esse planejamento evita imprevistos e falhas na execução do projeto, além de otimizar o trabalho dos seus colaboradores ajudando a reduzir os gastos desnecessários.

No planejamento, coloque as informações sobre cada fase da obra, detalhe cada uma dessas atividades e indique quem são os responsáveis por executá-las. Liste atividades essenciais como:

  • Cronograma de execução da obra;
  • Cronograma físico financeiro;
  • Materiais, ferramentas e equipamentos que serão necessários;
  • Contratação de mão de obra qualificada;
  • Contratação de empresas e colaboradores terceirizados;
  • Licenciamentos e documentos para a regularização da obra;
  • Planejamento do canteiro de obras;
  • Detalhamento de todos os projetos obrigatórios para execução da obra;
  • Planejamento financeiro informando se o investimento é próprio ou se será necessário financiamento.

Tenha um fluxo de caixa

Todo planejamento da obra requer um ótimo gerenciamento financeiro. Portanto, fazer um fluxo de caixa é essencial para garantir a saúde financeira do empreendimento, e também da sua empresa.

É o fluxo de caixa que vai ter ajudar no controle e organização das entradas e saídas de dinheiro durante o todo período em que a obra estiver em execução. Ele pode ser feito manualmente, com a ajuda de planilhas ou com a utilização de softwares.

Hoje é possível encontrar uma infinidade de softwares que são especializados em gestão de empresas no segmento da construção civil. Eles possibilitam a criação de relatórios e gráficos de forma mais rápida e simplificada facilitando a tomada de decisões.

Faça o cronograma físico financeiro 

Essa é outra ferramenta importantíssima para o planejamento da obra. Ela vai garantir o sucesso do planejamento da obra evitando que seus orçamentos e prazos fujam do controle. Com o cronograma físico financeiro também é possível acompanhar o desenvolvimento de cada etapa que está sendo construída.

O cronograma físico financeiro é uma ferramenta que pode e deve ser utilizada em qualquer tipo de empreendimento. Ele ajudará também com a alocação dos recursos como mão de obra, materiais e equipamentos.

Algumas empresas ainda utilizam planilhas para realizar esse controle. Mas, também é possível encontrar softwares que integram as informações visando facilitar e otimizar a vida do gestor do projeto que muitas vezes necessita de informações rápidas e precisas.

Fique atento aos erros

Pequenos erros também pode interferir no projeto como um todo e prejudicar o seu negócio. Por isso, é essencial fazer uma lista com todos os possíveis erros que podem acontecer, desde os mais comuns e fáceis, até aqueles mais difíceis.

Envolva os seus colaboradores nesse processo, e promova uma gestão mais próxima e efetiva. As tarefas rotineiras devem ser observadas, assim como os problemas que estão direta ou indiretamente relacionados com má qualidade dos serviços prestados.

Siga o planejamento do começo ao fim

Controle, organização e monitoramento são atividades que devem ser realizadas permanentemente até que a obra seja finalizada. Oriente e treine gestores e colaboradores para resolverem quaisquer imprevistos.

Acompanhe o que está sendo cumprido e o desenvolvimento de cada etapa de perto. Se as atividades estão sendo executadas dentro dos prazos estabelecidos certamente o planejamento da obra alcançará o seu objetivo final.

Gostou das dicas? Então, fique atento a outro ponto muito importante, o cumprimento dos prazos de entrega da obra. Para saber mais clique aqui

Baixe nosso infográfico e conheça as 10 razões para escolher o tijolo cerâmico