Cumprir o prazo de entrega deve ser um dos maiores problemas de obras por aí. Tudo porque não há muito respeito às etapas de uma obra e o que eles realmente significam para a sua entrega. Se houver disciplina no cumprimento de cada meta, de cada prazo, não há como dar errado.

O maior problema, então, não é que o serviço está sendo feito em um ritmo lento demais ou que a execução está demorando por falta de habilidade. Longe disso: é o velho efeito bola de neve, onde as etapas de uma obra são desrespeitadas, o atraso vai se acumulando e só aparece na hora de entregar.

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre quais são as etapas de uma obra e como respeitá-las vai fazer com que você consiga entregar a tempo. Vamos dar uma olhada?

Planejamento e cronograma

É o primeiro passo de qualquer obra, e o mais importante. É aqui que você vai definir quais são todas as outras etapas da obra e quando elas vão ser executadas. Basicamente, é no planejamento que você define suas metas e como as etapas vão se desenrolar.

Etapas de uma obra:  planejamento e cronograma

Aqui, você precisa entender o que de fato será feito. Do que a obra se consistirá? Se for uma reforma, o óbvio é começar pela demolição das estruturas anteriores e a limpeza. Depois, vá elencando o que é mais necessário, como:

E por aí vai, de acordo com as necessidades do seu projeto. Quando você planeja e tem todas as etapas de uma obra bem definidas, atrasar fica até mais difícil do que entregar a tempo!

De olho na previsão do tempo

Sua obra vai trabalhar com a concretagem de estruturas expostas ao ambiente? Se sim, é interessante que você conheça o clima da região para fazer esse trabalho na época da seca.

Fugir da chuva já é difícil quando você está andando à toa na rua, imagina em um canteiro de obras? Fica muito difícil. E o pior é que em casos onde a concretagem é extensa, o tempo de secagem ou de cura do concreto fica muito maior, o que vai com certeza influir no prazo da entrega.

Etapas de uma obra extensa precisam considerar o clima. O trabalho de carpintaria também não combina com a chuva, o melhor é deixar o acabamento interno para essa época. Muito do que é feito do lado de fora vai ser prejudicado pelos elementos, então tome cuidado!

Etapas de uma obra com maquinário precisam de planejamento próprio

Ainda em obras maiores, tudo o que envolve maquinário precisa de um planejamento específico, voltado para o uso desses recursos. Olha ali em cima o que nós estipulamos como etapas de uma obra: todas elas são processos realizados por pessoas dentro de um espaço de tempo bem delimitado. Com as máquinas é diferente.

Elas possuem questões relacionadas à disponibilidade dos equipamentos – no caso de aluguéis, como é a maioria dos casos – e ao trânsito na própria obra. Não adianta querer contratar um trator se você só tem uma via e está acontecendo a concretagem de estruturas no mesmo momento. É até perigoso!

Então, se você for contratar maquinário pesado, faça um planejamento próprio, voltado só para o uso das máquinas, definindo:

  • Quando elas serão usadas;

  • Quando as vias estarão livres;

  • Quando haverá menos tráfego na obra;

  • Quando o terreno onde a máquina operará estará totalmente livre;

Dentre outros pontos.

Cobre as etapas de uma obra como se fossem metas

Esse é o único jeito de não atrasar em nenhuma das etapas de uma obra. Você nunca terá problemas caso todo o seu planejamento seja cumprido à risca, e a melhor maneira de ter essa certeza é cobrando o tempo todo.

O seu planejamento não está estipulando só as etapas de uma obra: ele te dá um mapa através de metas. O tempo todo você deve estar de olho para que elas sejam cumpridas, e acompanhar o seu desenvolvimento de perto. Não é só ficar atento se elas foram cumpridas ou não, mas se elas dão indicativos durante sua realização.

Isso feito, pode ficar sossegado: suas etapas e a própria obra não vão mais atrasar.

Outro ponto muito importante sobre a gestão do canteiro de obras é prestar atenção aos desperdícios, que te custam dinheiro e – pode acreditar – bastante tempo. Vamos continuar essa conversa no próximo artigo?

Guia para Começar do Zero: Planejamento de Obras